22 de novembro de 2017

Resenha | Kindred - Laços de Sangue

Dana é uma mulher negra, recém casada e que acaba de se mudar para sua nova casa com seu marido. Ela está organizando os muitos livros que os dois tem, quando de repente  se sente mal, tonta. Tudo sai de foco e então desaparece.

Ela vê uma criança se afogando num rio. Não pensa duas vezes e pula para salvá-lo. Ainda sem saber o que está acontecendo ela tenta reanimar a criança, enquanto a mãe desta passa a bater nela. E para piorar a situação, ela vê uma espingarda antiga apontada para ela.  E então, volta a ver a sala de sua casa. 

Dana não consegue explicar o que aconteceu, mas o ocorrido passa a se repetir várias vezes. Então ela descobre que, ao fazer essas viagens, ela volta para um tempo da história em que pessoas de pele negra ainda são escravos, chamados de pretos, tratados não como pessoas normais, e sim com muito desprezo, pretos que nasceram para servir os brancos. E, para não morrer, ela tem que se encaixar na história até descobrir uma maneira de voltar para o seu próprio tempo.
Demorei três semanas para escrever essa resenha, porque todas as vezes que penso nesse livro eu sinto um aperto no peito. Foi uma leitura bem difícil, toda hora eu precisava fazer pausas. A personagem passou por muita coisa, e teve que aguentar tudo calada, quieta, sabendo que aquilo era injusto, errado, nojento, repugnante, e mesmo assim precisava baixar a cabeça para tudo aquilo, ou seria espancada. É impossível não se colocar no lugar da Dana, sentir o que ela sentiu ao se humilhar para aquelas pessoas.

Muitas coisas acontecem na história, e a cada capítulo é você vai sentindo mais raiva. O pior de tudo é a veracidade dessa história. Porque personagens a gente pode matar mentalmente. Mas essas pessoas realmente existiram. Milhares delas. Brancos que se achavam superiores, que compravam, vendiam e escravizavam negros, que os maltratavam, estupravam, se sentiam no direito de fazer o que quisessem com eles. Isso é tão triste, e teve um impacto tão forte sobre mim que até falar sobre me faz criar lágrimas nos olhos.
A autora foi a primeira mulher negra a ganhar destaque como um dos principais autores de ficção científica. Essa é a primeira publicação brasileira de um dos livros da autora (mais de 40 anos e nenhuma editora se propôs a publicar), e eu sinceramente espero que a Morro Branco traga mais das suas histórias para o nosso país. A edição de Kindred está simplesmente a coisa mais linda desse mundo. E para melhorar, a editora fez duas edições, uma em brochura, mais acessível para que muitas pessoas possam conhecer e celebrar essa obra incrível, e uma em capa dura para os colecionadores, que vem com extras e está maravilhosa.

Esse livro é uma aula de empatia, é uma leitura necessária, te fará compreender de uma forma muito real o que seria viver naquela época. 


Autora: Octavia E. Butler
Editora: Morro Branco
Onde comprar: 
Brochura - Amazon | Saraiva 
Capa dura - Amazon | Saraiva


10 comentários:

  1. Olá, tudo bem? Que blog lindo, amei conhecer :D
    Ainda não tinha visto esse livro, sua resenha está ótima, fiquei curiosa!

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nossa, meus olhos encheram de lágrimas só de ler sua resenha. Como você disse, é muito triste e de dar raiva que esse tipo de coisa tenha realmente acontecido, e pior... saber que coisas que aconteceram há tanto tempo ainda afeta muito a sociedade.

    Enfim, achei a indicação ótima, fiquei com muita vontade de ler, mas já to com o coração apertado de imaginar. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. A escravidão e o abuso aos negros realmente foi algo muito triste, porém, mais triste ainda é saber que ainda existe um preconceito velado.
    Minha última leitura foi "O Sol é Para Todos" da Harper Lee, não sei se você já leu, mas, o livro tbm trata da sociedade em meio ao preconceito com os negros, foi um livro que mexeu muito comigo também.
    Amei a sinopse desse livro e o coloquei na minha lista de futuras leituras.
    Beijo! www.apenasleiteepimenta.com.br

    ResponderExcluir
  4. Que livro forte, que história pesada, deu um aperto no coração, tão triste imaginar que já houve essa época na história :(

    jessicalorena.com

    ResponderExcluir
  5. A Morro Branco chegou há pouco no mercado editorial, mas já está arrasando hehe amei essa edição de capa dura! Fiquei pasma quando você disse que o livro tem mais de 40 anos e ainda não estava traduzido no Brasil, sendo que é tão importante falar sobre isso! Pensar que ainda existem pessoas negras qe são tratadas como inferiores... ainda mais no Brasil, pais que deveria abraçar a todos, já que somos uma verdadeira "mistura".
    Bom, mesmo achando que esse livro me deixaria "mal de cabeça", me interessei muito *•* parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  6. Nossa, já quero muito ler esse livro! Achei a temática peada, forte e necessária, devia ser lido por toda essa galera que acha que dívida histórica e desigualdade racial é "mimimi" - e o que tem de gente assim, nossa, uma tristeza! Amei o plot, vou colocar esse post nos meus links da semana pra não perder!

    ResponderExcluir
  7. Poxa, achei muito interessante esse livro ter sido escrito por uma mulher, negra, ser um livro de ficção científica e ainda abordar um triste período histórico. Eu sou meio sensível com essas histórias de escravidão então não sei se "curtiria" a leitura desse livro, mas só pela resenha parece incontestável sua boa qualidade. Parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Oi Isa, tudo bem? Que resenha mais incrível. Imagino o porque você levou três semanas para escrevê-la. Apesar da desigualdade de classe e/ou cor ser bem grande ainda nos dias de hoje imaginar que pessoas eram compradas como se fosse um tapete ou abajur traz muita dor. As vezes lemos ficção e logo esquecemos, mas saber que isso foi real é impossível esquecer. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  9. Cara, forte esse livro hein? fiquei curiosa!
    Lembro que quando eu li Por do Sol eu ja fiquei doida com a realidade mulçumana das mulheres. Imagina esse que é tão próximo daqui...

    www.ingridlogatto.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá linda, tudo bem?
    Esse é um dos livros que são pesados e dolorosos mas muito necessários! Eu amei muito a sua resenha, e preciso ler ele, tenho certeza que irei gostar, apesar das poça de lágrimas que ficará no chão kkkkkkkk to rindo mais to chorando!!
    Coloquei na lista de livros já, ótima indicação, obrigada linda, grande beijo

    http://www.mundodefany.com.br/

    ResponderExcluir

Adaptado por Isabelle Felicio

Tema Base por Butlariz