26/06/2017

Filmes do Mês | Junho

Apesar de não ter assistido muitos filmes esse mês, fico super feliz quando gosto dos que vi, o que foi totalmente o caso aqui.

ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS
Finalmente assisti esse filme, graças ao projeto que participei para o aniversário do Memorialices, e me apaixonei. Desde então já assisti mais duas vezes. A história em si é muito louca, o que só me deixou mais encantada pelo filme. Mas o que realmente gostei foram os personagens, que são super diferentes de tudo que já vi, e bem diferentes uns dos outros. As lições que a história passa também foram muito marcantes para mim, assim como muitas outras coisas.

PIRATAS DO CARIBE: A VINGANÇA DE SALAZAR
O nosso querido Capitão Jack Sparrow é cheio de inimigos, mas nesse filme conhecemos provavelmente o primeiro deles. Um exército fantasma continua sua missão de quando eram vivos, destruir todos os piratas, e matar principalmente aquele que os colocou nessas condições. Adivinhem quem? Isso mesmo. Também somos introduzidos a novos personagens, como o filho do Will, Henry, e Carina, que não conhece o pai mas tenta descobrir algo que acha que a fará mais próxima dele. E até chorei num momento do filme que ela realmente fica próxima do pai, mas o perde novamete em seguida. 

Como sempre, dei boas risadas com o Jack e suas loucuras durante todo o filme, mas a minha parte preferida foi um flashback do young Jack. Senti um orgulho enorme dele naquele momento, e finalmente entendi porque ele nunca deixa os seus pertences para trás.

JANE THE VIRGIN
Terminei a primeira temporada dessa série, a única razão para eu ter assistido apenas esses filmes esse mês. Jane namora Michael a dois anos e ela é virgem, como diz no nome da série. Ele está para pedi-la em casamento, bem no dia que ela descobre que está grávida. Calma aí, ela não traiu ele com ninguém, ela é realmente uma mocinha, acredita no melhor das pessoas e coisas do tipo. Foi uma inseminação acidental que a deixou grávida de Rafael, seu chefe. E essa era a única chance dele ter filhos, já que o câncer que teve acabou com a possibilidade. 

E sim, essa é uma série super familiar, um dos motivos pelo qual eu adorei ela. Mas não é completamente parada. Enquanto acontece muito drama entre famílias, decisões importantes a ser tomadas, sentimentos novos nascendo, também acontecem alguns assassinatos no Hotel de Rafael, investigações da polícia, traições e muita falsidade. Além disso a série conta com personagens super engraçados, como Rogelio, esse maluco do gif, e também com uma família linda de três mulheres muito unidas. 


21/06/2017

Resenha | Victoria e o Patife

~
Victoria foi criada pelos tios, mas ao completar 16 anos eles a enviaram para a a casa da tia em Londres com o intuito de conseguir um marido. Ela gostava de organizar e controlar. Foi quando tentou arrumar uma esposa para um dos tios que eles resolveram dar um basta, e ela foi com toda sua riqueza para Londres.

Os tios apostaram que ela ia demorar para conseguir um marido, porém ela encontra o amor ainda na viagem à Inglaterra. O Conde de Malfrey estava cada vez mais próximo dela, até que a pediu em casamento. O momento teria sido perfeito se não fosse a interferência do insuportável Jacob Carstairs. 

Ele e seu colarinho baixo demais a irritavam constantemente. Ele era a única pessoa com a insolência de provocá-la a todo momento, e ainda a chamar de Senhorita Abelhuda. Ela aceitou o pedido do Conde bem na frente dele, só pra deixar ele calado.

Após a chegada em Londres, bem quando ela pensou que iria se livrar do irritante Jacob Carstairs, ele aparece na casa de sua tia para jantar. É um amigo da família. E o casamento, que era um segredo, é lançado como uma bomba à todos ali. Parece que o Conde não era exatamente o que a família desejava para ela, pois apesar do título todos sabiam que ele estava falindo. Mesmo assim Victoria queria se casar com ele, e ia lutar até o fim pela sua vontade. Mas parece que o Sr. Carstairs não deixaria barato. Quais serão as motivações dele? O que ele sabe que ela não sabe?
A coisa mais legal na Victoria é que ela é uma dama mas com os costumes diferentes. Por ter sido criada na Índia ela foi acostumada à coisas diferentes, e não entende as bobagens da sociedade inglesa. Como por exemplo, uma dama não derrubaria um moleque ladrão e o prenderia, elas deixariam essas atividades para os homens. É esse jeitinho particular dela que irá salvá-la no pior momento do livro.

Ela está sempre se metendo em todos os assuntos, tentando consertar a vida de todos, sendo muito intrometida algumas vezes, mas ela tem boas intenções, apesar da maioria das coisas que faz ter um fungo de egoísmo. 

A história é bem clichê, com a personagem principal sempre negando seu amor pelo cara que "odeia" e alegando estar apaixonada por outro. Tem seu momento ápice, lá pelo fim, e fiquei muito orgulhosa do que ela fez para se livrar da situação, mostrando que não é uma garota qualquer. E mesmo depois de tudo que aconteceu ela continua preocupada em como isso poderá afetar a família.

Adoro os clichês, não é segredo pra ninguém. Só queria que tivesse um epílogo talvez falando do casamento deles ou mostrando mais um pouco deles dois juntos como um casal. Essas leituras mais leves estão entre as minhas preferidas. Li o livro em um dia e fiquei com um sentimento gostosinho quando finalizei.

Autora: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Onde comprar: Amazon | Saraiva | Submarino


20/06/2017

Download | Adesivos - Dias da Semana

O arquivo gratuito de hoje vai especialmente para aqueles que querem fazer um bullet journal incrível porém acham que não conseguem fazer por acharem que sua letra é feia, ou que não consegue fazer brush lettering.

Fiz uma listinha super básica de dias da semana, numa fonte bem bonita, para que a gente possa usar nos títulos das nossas semanas no bullet journal, ou em alguma parte do planner que você queira colocar. 
São dois arquivos, um em inglês e um em português. O tamanho para impressão é A5. Você pode imprimir em papel adesivo, muito mais fácil de manusear, ou em uma folha normal e colar com cola.

Não é necessário nenhum pagamento para esse download, porém eu ficaria super feliz se você clicasse em "seguir" na caixa de seguidores aqui na lateral. 

DOWNLOAD 


14/06/2017

Resenha | A inesperada herança do Inspetor Chopra

Chopra é um homem honesto em meio a muitos homens desonestos. A cada dia a Índia crescia, e com esse crescimento vinham coisas boas e coisas ruins. A riqueza de uns aumentava exponencialmente e a pobreza de outros crescia em escala maior ainda. Mumbai era tão cheia de gente que era fácil para o caos se instalar. Mendigos em todo lugar, esgotos à céu aberto, roubos, corrupção, mortes. E ainda assim, Chopra acreditava no que há de melhor na Índia. 

O inspetor estava prestes a se aposentar devido a questões de saúde, e foi surpreendido com uma confusão na frente da delegacia logo no seu último dia. Um garoto havia morrido e a mãe estava causando um alvoroço com os policiais, com palavras fortes, dizendo que não havia justiça para os pobres. O corpo ainda estava na delegacia e a família não havia sido avisada do óbito, mais um motivo para a raiva dela.

Aparentemente o garoto havia morrido afogado, e o caso já havia sido encerrado. Chopra não podia fazer nada pelo caso mesmo que desejasse. 
Como se não bastasse, naquele mesmo dia ele havia recebido não só a notícia de que herdara do seu tio Bansi um bebê elefante como o próprio já havia sido entregue no condomínio em que morava, o qual não aceitava nem animais de pequeno porte, imagine um elefante. O tio havia dito na carta que aquele não era um elefante comum.

A questão era que Chopra não conseguia deixar as palavras da mãe desolada de lado. Ele pensava no que ela dizia e sabia que tinha que descobrir o que aconteceu com o filho dela. Tentou fazer com que a polícia investigasse, mas os superiores já tinham tomado sua decisão. E assim ele tomou a investigação para si, ignorando todos os avisos médicos e a preocupação da esposa.

Essa investigação acabou o levando para terrenos cada vez mais perigosos, envolvendo-o em segredos muito bem guardados. O que a polícia pensava ser um simples caso de afogamento era na verdade uma coisa muito maior.
É a minha primeira vez lendo uma história que se passa na Índia, então tive impressões boas e ruins do local. Chopra amava muito seu país, sua cidade, sua cultura, e essa é com certeza a razão que me fez ter vontade de conhecê-la. Ele acreditava no futuro do seu país, mesmo com a modernidade tentando arrancar a cultura e os costumes. Ele é um homem íntegro, fiel e extremamente correto.

Me envolvi facilmente com a história. A narrativa é bem leve, apesar de ser um livro de investigação, e com certeza o querido baby Ganesha ajuda com isso. Eu queria que o mistério fosse resolvido, queria saber quem eram os culpados, e mesmo com tudo isso acontecendo, vinha a preocupação com o o elefantinho. Ganesha tem seu momento protagonista na história, mostrando em ações o que tio Bansi contou. Quase derramei lágrimas com o momento. 

É uma leitura maravilhosa, que te prende logo no primeiro capítulo. Te envolve não só com a trama principal, que é muito maior do que você pensa, mas com o desejo de conhecer um pouco melhor os personagens e saber o que vai acontecer a eles.


Autor: Vaseem Khan
Editora: Morro Branco
Onde comprar: Amazon | Saraiva | Submarino

12/06/2017

memorialices

Esses dias eu estava no facebook e me deparo com um post super curioso, um convite para fazer parte da Corte Vermelha e assim comemorar o aniversário de três anos do blog Memorialices. É claro que quis fazer parte na hora. Acho que a coisa mais legal que a internet proporciona é conhecer pessoas à distância, passar a gostar e admirar essas pessoas, e ter um crush de amizade com elas. Me sinto super assim com a Luana (dona do Memorialices) e passei a semana inteira colocando ideias em prática para tentar surpreendê-la, deixá-la feliz, ser memorável e espalhar amor nessa internet.
A coisa mais marcante na Luana é o amor que ela sente por Alice no País das Maravilhas, uma paixão que ela tem desde criança. Assisti ao filme pela primeira vez no final de semana passado, em homenagem à ela, e agora super entendo essa paixão. Perdi as contas de quantas frases incríveis ouvi, de quantas cenas dignas de fotografia eu vi. Todas as coisas que eu sei que deixam ela inspirada me inspiraram. 
"Ninguém jamais conquistou alguma coisa com lágrimas".
Outra característica da Lu é o seu gosto peculiar. Ela pode até se achar estranha, mas são esses gostos que formam a personalidade tão única dela. Será que ela sabe que ela é incrível? Super admiro quem ela é. Gosta de coisas não convencionais e não tenta fingir ser outra pessoa pra agradar alguém.
"Sim, você é louca, louquinha. Mas vou lhe contar um segredo: as melhores pessoas são assim!"
Só desejo o melhor, tanto pra ela como pro Memorialices. O blog merece muito reconhecimento. Tem textos incríveis, fotos lindíssimas, posts cheios de informação e amor. É tão inteiramente ela que é impossível sair de lá sem querer voltar todos os dias e conhecer a cada post novo mais um pouquinho da Luana.

Parabéns pelos três anos! 
"Não pode viver a vida só para agradar os outros. A escolha tem que ser sua."


Adaptado por Isabelle Felicio

Tema Base por Butlariz